Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Tribunal capacita servidores da Corte e de outros órgãos sobre gestão de medicamentos

Tribunal capacita servidores da Corte e de outros órgãos sobre gestão de medicamentos

8 Visualizações
Publicado: 25 de março de 2019 - Última Alteração: 25 de março de 2019

Tamanho da Fonte

Capacitação é aplicada por auditor federal da CGU/MT no Instituto de Contas

Na busca por resultados mais efetivos no combate à corrupção e ao desperdício do dinheiro público, o Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) realiza a capacitação de servidores da área de auditoria e controle interno e externo, nesta segunda, 25 e terça-feira, 26, no Instituto de Contas 5 de Outubro, com o curso sobre gestão de risco em logística de medicamentos.

 

O curso ministrado pelo auditor federal da Controladoria-Geral da União (CGU/MT) Kleberson Roberto de Souza, é voltado para servidores do TCE/TO, da Controladoria-Geral do Estado (CGE), da Controladoria-Geral do Município (CGM), da Secretaria Municipal da Saúde (Semus) e da Secretaria Estadual da Saúde (Sesau).

 

Um dos objetivos é garantir a observância às normas e procedimentos relacionados à gestão de risco e avaliação de controles internos em logística de medicamentos. “É muito comum todos os dias nós nos depararmos com notícias de falta de remédios para população, perda de medicamentos em estoques e compras em excesso. Tem muitos problemas na atividade farmacêutica decorrentes da ineficiência, de forma que a corrupção também prejudica e muito a sociedade”, destaca Souza.

 

REDIMENSIONADA

 

Ainda de acordo com o auditor federal, a assistência farmacêutica é muito importante no contexto das políticas de saúde, até pelo tanto de recursos que recebe anualmente, mais de R$ 15 bilhões para compras de medicamentos. “Há uma necessidade muito grande de atuar em cima desse tema. A nossa ideia é apresentar uma estratégia que possa ser adotada pelos municípios e pelo Estado para que tenham uma gestão mais eficiente”, reforça o auditor do CGU.

 

Souza ressalta ainda que não dá para ficar julgando as mesmas falhas e os mesmos erros todos os anos. “É preciso fazer algo diferente, e isso nós estamos apresentando neste curso, como os principais controles, as metodologias e conhecendo mais a fundo a assistência farmacêutica para que todos possam entregar um serviço com mais qualidade”.

 

 

Objetivos

 

Segundo o auditor federal, nestes dois dias de curso está sendo abordado o mapeamento de riscos, identificação de controles internos adequados e a melhoria da gestão de modo global, para que as atividades funcionem de forma mais eficiente. “O cidadão quer mais eficiência. Para isso precisamos implementar técnicas de fiscalização e controle contra o desperdício do dinheiro público. Todos esses instrumentos estão sendo abordados no curso e com certeza vamos conseguir ajudar a melhorar a assistência farmacêutica nos municípios tocantinenses e também no Estado”, pontuou.

 

A gerente de assistência farmacêutica de Palmas, Karenina Pegado, participa do curso e destacou a importância da capacitação. “Um curso de grande relevância para nós, pois está dando requisitos para que possamos melhorar nosso controle interno, principalmente na aquisição de medicamentos e contra os desperdícios”.