Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Programa Agenda Cidadã é encerrado e contabiliza mais de 1200 participações

Programa Agenda Cidadã é encerrado e contabiliza mais de 1200 participações

31 Visualizações
Publicado: 31 de agosto de 2017 - Última Alteração: 7 de abril de 2020

Tamanho da Fonte

Objetivo é interiorizar o TCE/TO e buscar a aproximação com a sociedade.

“O Agenda Cidadã busca a interiorização do Tribunal de Contas e a sua aproximação com a sociedade, para que as pessoas não tenham receio de buscar informações e vejam o TCE como um aliado”. Foi dessa forma que o conselheiro presidente, Manoel Pires dos Santos, resumiu um dos principais objetivos do programa, encerrado nesta quinta-feira, 31, em Gurupi.

 

Cerca de 250 pessoas, representantes de 25 municípios da região sul do Tocantins, lotaram o auditório da Universidade UNIRG. Com isso, a edição 2017 soma mais de 1200 pessoas atendidas nos quatro encontros regionais: Araguaína, Palmas, Natividade e Gurupi.

 

O Agenda Cidadã é realizado pelo Tribunal de Contas do Tocantins, com as parcerias do Sebrae, Tribunal de Contas da União, Controladoria Geral da União, Associação Tocantinense de Municípios (ATM) e Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

 

Abertura

O prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, deu as boas-vindas aos participantes do encontro e destacou a importância dos gestores buscarem orientações dos órgãos de controle, para bem aplicar os recursos públicos.

 

O assunto também foi ressaltado pelo presidente da ATM, Jairo Soares Mariano. Segundo ele, as administrações públicas precisam ter a eficiência e a eficácia como meta, para atender aos anseios da sociedade.

 

O relator dos municípios da regional, conselheiro Napoleão de Souza Luz Sobrinho, falou da sua satisfação de ver o auditório lotado, demonstrando o interesse dos participantes de melhorar a gestão municipal. Em seguida, o conselheiro e equipe realizaram atendimento individualizado aos gestores, com o objetivo de dirimir dúvidas e tratar questões específicas de cada cidade.

 

Também fizeram uso da palavra, na abertura do evento, o procurador-geral de contas, Zailon Miranda Labre Rodrigues e o presidente do Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Sebastião Célio Costa Castro.

 

Palestras

A programação de palestras teve início com a apresentação do conselheiro substituto, Orlando Alves da Silva, que falou sobre “Políticas Públicas Ambientais e a Gestão Municipal”.

 

Na sequência, a coordenadora de Auditorias Especiais, Lígia Cássia Braga, abordou o tema “Efetividade da Gestão Municipal”. Durante a palestra, ela apresentou dados sobre a educação dos municípios da regional, levantados pela pesquisa do Índice de Efetividade da Gestão Municipal – IEGM, realizada nos anos de 2015 e 2016.

 

No final da manhã, superintendente do Sebrae, Omar Hennemann, tratou do tema “Educação Empreendedora: o Grande Desafio”.

 

Tarde

A programação da tarde contou com três palestras, ministradas por representantes do TCE/TO, do TCU e CGU.

 

O auditor de controle externo do TCE/TO, Íkaro Peres Cunha, falou sobre “Os Desafios dos Municípios na Implantação dos Aterros Sanitários”.

 

“O Papel dos Conselhos de Alimentação Escolar” foi o tema tratado pelo secretário de controle externo do TCU no Tocantins, Edilson Guedes de Almeida.

 

A última palestra do dia tratou sobre “Transparência e Controle Social” e foi ministrada pelo economista do Núcleo de Ações de Ouvidoria e Prevenção da Corrupção da CGU-Regional/TO, Éder Lucinda. Ele destacou o importante papel do cidadão no combate à corrupção e na fiscalização dos recursos públicos.