Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Oficina para conselheiros destaca a importância de consistência nos processos dos TCs

Oficina para conselheiros destaca a importância de consistência nos processos dos TCs

97 Visualizações
Publicado: 13 de novembro de 2012 - Última Alteração: 13 de novembro de 2012

Tamanho da Fonte

Conselheiros e conselheiros-substitutos participaram da oficina na manhã desta segunda-feira, 12.

Conselheiros e conselheiros-substitutos participaram na manhã desta segunda-feira, 12, de uma oficina de aprimoramento promovido pelo Instituto Rui Barbosa (IRB). A capacitação, realizada em Campo Grande, no plenário do Tribunal de Contas do Mato Grosso do Sul (TCE/MS), integra a programação do III Encontro Nacional dos Tribunais de Contas.

Com a temática “Devido processo legal nos Tribunais de Contas”, o palestrante Odilon Cavallari de Oliveira, auditor de controle externo TCU, ressaltou a virtude do equilíbrio da defesa das decisões das Cortes de Contas do país. “É preciso que façamos o dever de casa. Que nossos processos sejam construídos de modo célere e consistente”, disse Odilon.

O palestrante, que abordou diversos assuntos como princípios da segurança jurídica, contraditório e ampla defesa, perspectivas e tendências dos processos nas Cortes de Contas, também esclareceu a diferença entre processo e procedimento. “Processo é a relação jurídica estabelecida entre os interessados, já procedimento são os passos que irão se desenvolver o processo”, explicou Cavallari.

Das garantias constitucionais do processo e sua aplicação nos TCs, Cavallari foi enfático: “Ainda que a Lei Orgânica dos Tribunais de Contas versem sobre a matéria, a Constituição Federal sempre deve ser consultada pelos conselheiros”.

O presidente do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO), conselheiro Severiano Costandrade, que na ocasião representou o IRB, justificou a capacitação destacando que “o aperfeiçoamento dos membros dos TCs reflete em mais qualidade nos nossos julgamentos”.

Além do presidente Severiano Costandrade, compuseram a mesa de abertura o presidente do TCE/MS, conselheiro Cícero Antonio de Souza, o presidente da Atricon, conselheiro Antonio Joaquim (TCE/MT), o vice-presidente de Pesquisa e Ensino do IRB, o conselheiro Sebastião Helvecio Ramos de Castro (TCE/MG) e o coordenador do Encontro Nacional dos TCs, conselheiro Waldir Neves (TCE/MS).

Do TCE/TO participam, além do presidente Severiano, o conselheiro corregedor, Manoel Pires dos Santos e o auditor substituto de conselheiro, Fernando Malafaia.

Encontro

O III Encontro Nacional dos Tribunais de Contas debate a efetividade do Controle Externo do Brasil. A abertura oficial será realizada na tarde desta segunda-feira, às 18h, com palestra magna do senador do Mato grosso e ex-procurador da república Pedro Taques.

O Encontro, promovido pela ATRICON, IRB e TCE/MS, reúne mais de 250 participantes, entre conselheiros, auditores substitutos de conselheiros, procuradores de contas, assessores de conselheiros e assessores de comunicação. O evento segue até quarta-feira.

 

Mesa solene em que o presidente Severiano Costandrade fez a abertura da oficina