Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Membros de instituições de controle participam de fórum nacional

Membros de instituições de controle participam de fórum nacional

11 Visualizações
Publicado: 23 de novembro de 2018 - Última Alteração: 23 de novembro de 2018

Tamanho da Fonte

TCE/TO é representado pelo conselheiro vice-presidente

(Com informações do TCU)

 

Com o objetivo de integrar as instituições de controle externo e interno das três esferas da federação e dos três poderes, o Tribunal de Contas da União (TCU) realizou nesta quinta e sexta-feira (22 e 23/11), no Instituto Serzedello Corrêa (ISC), em Brasília, o 2º Fórum Nacional de Controle.

O Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE/TO) foi representado pelo conselheiro vice-presidente, Severiano Costandrade. O evento foi coordenado pelo ministro do TCU Augusto Nardes e nesta segunda edição também buscou contribuir com os novos governos eleitos.

Foram desenvolvidas atividades conjuntas de capacitação e promovidas ações integradas de controle, além de proposta de legislação sobre controle externo, compartilhamento de informações e disseminação de boas práticas.

Dentre os temas abordados, o desafio da melhoria da qualidade do ensino no Brasil; a gestão dos recursos da área da saúde; e o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Saiba mais
A primeira edição do fórum ocorreu em 2017 e teve como foco novas metodologias para prestação de contas, controle social, combate à corrupção e governança pública.

São parceiros na organização do evento a Controladoria Geral da União (CGU), o Instituto Rui Barbosa (IRB), a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), a Confederação Nacional de Municípios (CNM), a Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros-Substitutos dos Tribunais de Contas (Audicon), a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), o Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci) e o Conselho de Dirigentes de Controle Interno dos Poderes da União (Dicon).

No fim dos debates, nesta sexta-feira, foi assinada a Carta de Brasília, documento em que os participantes se comprometeram com os objetivos estabelecidos no fórum.