Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Evento público alusivo ao Dia Internacional da Corrupção será realizado no próximo dia 12

Evento público alusivo ao Dia Internacional da Corrupção será realizado no próximo dia 12

17 Visualizações
Publicado: 5 de dezembro de 2018 - Última Alteração: 5 de dezembro de 2018

Tamanho da Fonte

O Fórum Tocantinense de Combate à Corrupção (FOCCO) realiza, no próximo dia 12, a partir das 19h, o Evento Público em Comemoração ao Dia Internacional Contra a Corrupção. O encontro, que acontece no auditório do Ministério Público Federal-Procuradoria da República no Tocantins, em Palmas, reúne diversos órgãos de controle, a exemplo do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO). Podem participar profissionais das áreas de controle externo e jurídica, estudantes e a população em geral.

Entre os debatedores está o Procurador Regional da República em Brasília, Vladimir Aras, que ministrará palestra com o tema “Corrupção, Compliance e Regimes Globais de Prevenção e Repressão”. Vladimir Aras é ex-secretário de Cooperação Jurídica Internacional da PGR, ex-membro do Grupo de Trabalho em Crime Organizado e ex-membro do Grupo de Trabalho em Lavagem de Dinheiro e Crimes Financeiros da PGR.


Os integrantes do Fórum também farão um painel, no qual apresentarão trabalhos realizados em 2018 na área de enfrentamento da corrupção, bem como futuras iniciativas para o ano de 2019, no Estado do Tocantins. Haverá certificação aos presentes.


Programações simultâneas, em alusão à data, serão realizados em diversos Estados. O Dia
Internacional Contra a Corrução remete à data em que o Brasil e mais 101 países assinaram a Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, em 2003, na cidade mexicana de Mérida.


FOCCO

Criado oficialmente em 18 de novembro de 2011, o Fórum tocantinense tem a finalidade de aprimorar a fiscalização e promover, na sociedade, o debate sobre a importância de se acompanhar os gastos públicos e denunciar irregularidades na administração pública.


O FOCCO faz parte da Rede de Controle Nacional e reúne várias instituições de controle como: Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas da União, Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, Ministério Público de Contas, Polícia Federal, Advocacia-Geral da União, Controladoria-Geral da União, Tribunal de Justiça, Receita Federal, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Controladoria Geral do Gasto Público e Transparência do Estado do Tocantins e Delegacia De Repressão a Crimes de Maior Potencial
Contra a Administração Pública – Dracma.

 

Com informações do MPE/TO