Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Depois de 28 anos de trabalho procuradora é aposentada pelo PAI

Depois de 28 anos de trabalho procuradora é aposentada pelo PAI

13 Visualizações
Publicado: 3 de julho de 2018 - Última Alteração: 3 de julho de 2018

Tamanho da Fonte

Raquel Medeiros Sales de Almeida recebe homenagens de membros e servidores

“Hoje se fecha mais um ciclo da minha vida. Entrei aqui sonhadora porque, quando conheci, percebi que os Tribunais de Contas são órgãos estratégicos para a promoção da igualdade social. Vou continuar sonhadora e sempre colaborando com o Tribunal”, disse a procuradora do Ministério Público de Contas do Estado do Tocantins (MPC), Raquel Medeiros Sales de Almeida, durante o momento da assinatura da portaria de sua aposentadoria, ocorrido na tarde desta terça-feira, 3, no gabinete da presidência do TCE/TO.

Emocionada, ela lembrou do início de sua atuação na Corte tocantinense e da importância dos colegas de trabalho que se tornaram “verdadeiros amigos” como fez questão de dizer. “Estou fazendo um esforço para que esse choro que me ronda, para que esse aperto na garganta que quer embargar minha voz, não me impeça de falar da gratidão que eu tenho por cada um de vocês”, pontuou.

Estavam presentes, além do presidente do TCE/TO, conselheiro Manoel Pires dos Santos, o procurador-geral de Contas, Zailon Miranda Labre Rodrigues; procuradores de Contas Litza Leão Gonçalves e Oziel Pereira dos Santos; conselheiros substitutos, Fernando César Malafaia, Leondiniz Gomes, Márcia Adriana da Silva Ramos e Márcio Aluízio Moreira Gomes; diretora de recursos humanos, Osmarina Rodrigues Andrade e assessora de gabinete, Aritana Magalhães.

Da família, presenciaram o momento a irmã da procuradora, Joana D’arc Medeiros Noleto, e o marido, o conselheiro aposentado Herbert Carvalho de Almeida, a quem ela também fez questão de homenagear. “Você fez muitas coisas boas por esse Tribunal, como o Instituto de Contas e o fundo de aperfeiçoamento técnico. Não imagina a minha honra de sair daqui de braços dados com você”, disse a procuradora que ainda agradeceu à assessoria e demais pares.

“Tenho um grande respeito e admiração pelo trabalho da Dra Raquel. Todas as vezes que precisei de sua colaboração fui atendido. Que esse empenho sirva de espelho à procuradoria e ao Tribunal de Contas”, ressaltou o presidente da Corte.

Após a assinatura, a procuradora, já aposentada, foi recebida pelos demais integrantes da equipe do MPC. Na oportunidade, o procurador-geral de Contas Zailon Miranda Labre Rodrigues, também manifestou sua admiração. “Deixamos a nossa homenagem pela grande mulher que você é, grande colega de trabalho, mãe e esposa dedicada e, além de tudo, uma das pessoas mais leais que conheci. O Tribunal e o Ministério Público de Contas perdem diante da notável qualidade do seu trabalho”, finalizou.

Aposentadoria Incentivada
A procuradora aderiu ao PAI – Programa de Aposentadoria Incentivada do TCE/TO. Desde que foi instituído, em 2015, 44 servidores do tribunal já foram beneficiados.

IMG 0526

 

IMG 0538

 

IMG 0542

 

IMG 0551

 

IMG 0718

 

Cortar

 

IMG 0597