Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Controle Social: estudantes assistem palestra sobre Conselhos Municipais e Ouvidoria do TCE/TO

Controle Social: estudantes assistem palestra sobre Conselhos Municipais e Ouvidoria do TCE/TO

13 Visualizações
Publicado: 22 de maio de 2019 - Última Alteração: 7 de abril de 2020

Tamanho da Fonte

Alunos do 8º e 9º ano da Escola Municipal Anne Frank foram os participantes

A tarde desta quarta-feira, 22, foi de muita informação e aprendizado para os alunos do 8º e 9º anos da Escola Municipal Anne Frank, de Palmas. Na ocasião, os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer os Conselhos Municipais de Saúde, Educação, Alimentação Escolar, Conselho Tutelar, Assistência Social e dos Direitos da Pessoa Idosa.

 

Aprenderam qual a função de cada um, exemplos simples de como fiscalizar e realizar denúncias junto aos conselhos e onde encontrá-los.

 

“É a primeira vez que eu assisto e gostei muito, porque informa quais são os tipos de conselhos. Eu também não conhecia muito sobre o TCE e agora estou sabendo”, avaliou o estudante do 9º ano, Henry Michel Harddy.

 

IMG 0487

 

A palestra foi conduzida pelos acadêmicos de Direito do CEULP/ULBRA, que fazem parte do Grupo de Estudos de Direito Administrativo – GEDA. “Qualquer cidadão pode acompanhar, fiscalizar ou sugerir”, ressaltou o acadêmico Rerickson Santiago, ao finalizar sua apresentação sobre o Conselho Municipal de Educação.

 

“Fiscalizar é você poder contribuir com a melhoria. Essa é a nossa função”, frisou a acadêmica Eliane Tochtrop, ao explicar sobre o Conselho Municipal de Alimentação Escolar.

 

FOTO 1

 

No encerramento, Gilson José falou sobre a Ouvidoria da Corte. Com uma explicação rápida e objetiva, mostrou como, quando e onde os jovens podem realizar denúncias e se tornarem fiscalizadores.

 

“Cidadania é quando a gente sabe conhecer quais são os nossos direitos e depois cobrá-los. Toda vez que o Tribunal de Contas faz esse esclarecimento para esse público tão jovem, mais cedo eles vão saber quais são os direitos deles e vão poder cobrar”, pontuou a diretora Cássia Fernandes.