Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Conselheiros lotam auditório do TCE/MS para debater efetividade do controle externo

Conselheiros lotam auditório do TCE/MS para debater efetividade do controle externo

68 Visualizações
Publicado: 30 de novembro de 2012 - Última Alteração: 30 de novembro de 2012

Tamanho da Fonte

O III Encontro Nacional dos Tribunais de Contas teve início na noite desta segunda-feira, 12.

Na noite desta segunda-feira, dia 12, ao dar início ao III Encontro Nacional dos Tribunais de Contas, o conselheiro presidente do TCE/MS, Cícero Antonio de Souza afirmou que o tema principal do Encontro, “Um debate pela efetividade do controle externo do Brasil, além de atual, revela a profunda sintonia que os Tribunais de Contas de um modo geral estão tendo em relação ao atual momento político, econômico e administrativo de nosso País”. O evento segue até quarta-feira, no Plenário do TCE/MS, em Campo Grande. 

O presidente do TCE/MS disse aos mais de 250 participantes que era com grande orgulho que o Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul sediava o III Encontro Nacional dos Tribunais de Contas. Serão debatidos assuntos de extrema relevância para as Cortes de Contas de todo o País, para os nossos jurisdicionados e para a população de um modo geral.

Já o presidente do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) e do Instituto Rui Barbosa, IRB, conselheiro Severiano Costandrade argumentou que se tratava de um momento extremamente pertinente, enriquecedor e preciso para todos. Segundo ele, o Instituto Rui Barbosa está determinado a preparar uma programação regional para 2013, com oficinas como esta ministradas localmente, para grupos menores e com mais constância.

“E nessa busca por renovação, tenho o imenso prazer de informar que, amanhã, na abertura dos trabalhos, será apresentada uma iniciativa para 2013, que tenho certeza, representará um novo capítulo na história do controle externo brasileiro”, frisou.

Severiano informou que o IRB e a Atricon irão lançar o Prêmio Novitatis para valorizar ideias, práticas e profissionais inovadores junto aos operadores do controle, compreendendo os Tribunais de Contas, Controladorias e até conselhos, que promovem o controle público. Temos a certeza de que, além de incentivar o aprimoramento e a inovação, o Prêmio Novitatis será uma ferramenta importantíssima para o estímulo do controle social.

O presidente da Atricon, conselheiro Antonio Joaquim, falou que o grande desafio dos órgãos de controle externo é alcançar um nível razoável de efetividade. Segundo ele, os Tribunais de Contas devem buscar, cada vez mais, cumprir preceitos de qualidade e de agilidade. “É preciso ser útil à sociedade e, no nosso caso, somente conseguiremos isso sendo efetivos no cumprimento do nosso papel institucional”, disse o conselheiro. 

Formaram a mesa solene, além dos presidentes do IRB, TCE/MS e Atricon, autoridades como a vice-governadora de MS, Simone Tebet; do prefeito da Capital, Nelson Trad Filho; do ministro do TCU, Augusto Nardes; do presidente do IRB, Severiano Costandrade; do conselheiro Waldir Neves (coordenador do evento – MS); do vice-presidente da Audicon, Luiz Carlos Azevedo; procuradora de contas do MP/AM, Evelyn Freire de Carvalho; e do senador Pedro Taques (MT).

 

 Severiano oferece salva de palmas aos organizadores do Encontro

 

Evento debate a efetividade do controle externo brasileiro