Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Webinar para TCs da região Centro-Oeste com ministro do TCU é adiado

Webinar para TCs da região Centro-Oeste com ministro do TCU é adiado

66 Visualizações
Publicado: 24 de agosto de 2020 - Última Alteração: 24 de agosto de 2020

Tamanho da Fonte

Corte tocantinense anunciará nova data em breve

 

O webinar com o tema “Governança e Desenvolvimento”, voltado para gestores e agentes públicos, servidores e membros de Tribunais de Contas da região Centro-Oeste e a sociedade em geral, que aconteceria no próximo dia 27, com o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes, foi adiado. Uma nova data para o evento virtual será anunciada em breve pelo Instituto de Contas 5 de Outubro, do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO), que é o coordenador do encontro online. 

 

O webinário será realizado utilizando a plataforma Zoom, e será transmitido ao vivo pelo canal do TCE/TO no Youtube, com o apoio da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais Contas (CNPTC), Instituto Rui Barbosa (IRB), Rede de Governança Brasil e os TCs dos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O objetivo é propiciar mais conhecimento sobre o assunto abordando e expor informações sobre o cenário para o qual caminha a administração pública com ações a serem tomadas no período pós-pandemia.

 

Rede de Governança Brasil 

 

O ministro Augusto Nardes é embaixador da Rede de Governança Brasil, formada por vários membros da sociedade civil do país, entre eles, o presidente do TCE/TO, Severiano Costandrade, que é coordenador da 5º Câmara do Movimento Nacional da Rede Governança, e tem como colaborador das ações, o diretor-geral do Iscon do TCE/TO, Júlio Edstron Secundino Santos. 

 

A missão da Rede de Governança Brasil é disseminar as boas práticas de governança pública no país, com o intuito de estimular a implantação dessa política de atuação nos três poderes, abrangendo a União, Distrito Federal, estados e municípios de forma integrada. O objetivo é transformar a administração pela eficiência de gastos, controle, combate à corrupção, atendimento da população, entre outras ações.