Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > TCE/TO lança campanha Outubro Rosa nesta quarta-feira, dia 1º

TCE/TO lança campanha Outubro Rosa nesta quarta-feira, dia 1º

15 Visualizações
Publicado: 1 de outubro de 2014 - Última Alteração: 1 de outubro de 2014

Tamanho da Fonte

Pelo segundo ano consecutivo, o Tribunal de Contas do Tocantins, por meio do Programa Qualidade de Vida, adere à Campanha Outubro Rosa, encabeçada no Estado pela Liga Feminina de Combate ao Câncer. O lançamento da campanha será realizado na abertura da sessão do Pleno, nesta quarta-feira, 1º, às 14h30.


Campanha no TCE


Durante todo o mês de outubro, uma série de atividades ocorrerá em prol da campanha Outubro Rosa com o objetivo de mobilizar membros e servidores acerca da importância da prevenção ao câncer de mama.

O próprio prédio da Corte tocantinense receberá iluminação especial, na cor rosa, símbolo do movimento. Também na programação, arrecadação de itens de higiene pessoal, que serão doados à Liga Feminina e palestras. Haverá, ainda, no dia do lançamento distribuição de laço rosa, ícone da campanha, rosa o qual poderá ser preso à roupa.


Sobre o Outubro Rosa

O Outubro Rosa é um movimento mundial que nasceu em 1997, na Califórnia (Estados Unidos), e que tem crescido na busca de conscientizar as mulheres em torno do diagnóstico precoce do câncer de mama.


Sintomas

Podem surgir alterações na pele que recobre a mama, como abaulamentos ou retrações, inclusive no mamilo, ou aspecto semelhante à casca de laranja. Secreção no mamilo também é um sinal de alerta. O sintoma do câncer palpável é o nódulo (caroço) no seio, acompanhado ou não de dor mamária. Podem também surgir nódulos palpáveis na axila.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo. Mais comum entre as mulheres, ele responde por 22% dos casos novos a cada ano.


Prevenção

Evitar a obesidade, através de dieta equilibrada e prática regular de exercícios físicos, é uma recomendação básica para prevenir o câncer de mama, uma vez que o excesso de peso aumenta o risco de desenvolver a doença. A ingestão de álcool, mesmo em quantidade moderada, é contraindicada, pois é fator de risco para esse tipo de tumor.

 

Embora a hereditariedade seja responsável por apenas 10% do total de casos, mulheres com história familiar de câncer de mama, especialmente se uma ou mais parentes de primeiro grau (mãe ou irmãs) foram acometidas antes dos 50 anos, apresentam maior risco de desenvolver a doença. Esse grupo deve ser acompanhado por médico a partir dos 35 anos.


Primeira menstruação precoce, menopausa tardia (após os 50 anos), primeira gravidez após os 30 anos e não ter tido filhos também constituem fatores de risco para o câncer de mama.Com informações do Instituto Nacional do Câncer – www.inca.gov.br.