Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Campanha Parceiros pela Vida realiza a Sexta edição nesta quarta-feira, 18

Campanha Parceiros pela Vida realiza a Sexta edição nesta quarta-feira, 18

257 Visualizações
Publicado: 13 de agosto de 2021 - Última Alteração: 17 de agosto de 2021

Tamanho da Fonte

TCE/TO aderiu ao projeto em dezembro de 2020 e mobiliza membros e servidores para a doação de sangue

No próximo dia 18 de agosto será realizada a 6ª edição do projeto Parceiros Pela Vida, uma iniciativa do Ministério Público do Estado do Tocantins (MPTO) que conta com a parceria do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO). Essa é uma campanha que visa a mobilização de servidores e membros para doação de sangue e cadastro de doadores de medula, que acontece na unidade móvel do Hemocentro, e tem o objetivo de contribuir com a manutenção do estoque de bolsas de sangue no Estado. A coleta de sangue será feita das 8h às 12h e das 14h às 17h, no estacionamento entre a Receita Federal e a sede da Procuradoria-Geral de Justiça, avenida LO-03.

Os doadores poderão agendar o horário da doação por meio de mensagem no aplicativo WhatsApp ou ligação para o número do setor de saúde do Ministério Público Estadual (63) 99100-0921. A campanha Parceiros pela Vida teve início em dezembro de 2020, com a finalidade de estimular a doação periódica de sangue. Até a 5ª edição, que aconteceu no dia 15 de junho, foram cadastrados cerca de 200 doadores.

As doações serão feitas na unidade móvel do Hemocentro que estará em frente à sede do MPTO. É importante lembrar que pessoas que foram diagnosticadas com Covid-19, só podem doar sangue 30 dias após a completa recuperação da doença.

Por que doar?

O sangue doado é utilizado em diversas situações: para pessoas com doenças hematológicas variadas, pessoas com câncer, pessoas que se submetem a cirurgias eletivas de grande porte e para emergências médicas. No caso do Tocantins, as cirurgias eletivas aguardam, entre outras providências, a regularização do estoque de sangue para serem realizadas.

O sangue é insubstituível e só pode ser adquirido por meio de doação, sendo que cada doação pode ajudar até quatro vidas.