Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Servidores lotam o auditório para acompanhar evento sobre História do TCE

Servidores lotam o auditório para acompanhar evento sobre História do TCE

60 Visualizações
Publicado: 7 de dezembro de 2012 - Última Alteração: 7 de dezembro de 2012

Tamanho da Fonte

O evento foi aberto com a inauguração da Galeria dos Conselheiros, localizada na sala de sessões plenárias.

O palco do Auditório do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins deu espaço para as lembranças, as memórias de dias de trabalho, amizade e luta. Eram estas as sensações que permeavam o espaço, durante o TCE Tocantins Conta Sua História, realizado na tarde desta quinta-feira, 6 de dezembro.

Com objetivo de promover um resgate da história do TCE/TO, cuja implantação se confunde com a história do Tocantins, ambos construídos pela motivação, sonhos e mãos de muitas pessoas, o evento foi aberto com a inauguração da Galeria dos Conselheiros, localizada na sala de sessões plenárias.

Conselheiros do TCE/TO, procuradores, auditores, secretário de Estado entre outras autoridades acompanharam o descerramento, que foi transmitido ao vivo em um grande telão montado no Auditório do TCE, para todos os servidores que lotaram o espaço. O conselheiro presidente Severiano Costandrade fez uso da palavra para destacar a importância da galeria, como ferramenta do registro do trabalho de todos os conselheiros na consolidação da Corte de Contas. “Todos nós participamos efetivamente da administração da instituição. Então, a intenção é de perpetuar e colocar as pessoas que compõem o plenário e tem a honrosa tarefa de julgar”, destacou.

Lembranças

No cenário do evento, uma mesa chamou atenção dos presentes e despertou mais lembranças. A mobília que foi utilizada nos primeiros anos do TCE, ainda em Miracema do Tocantins, estava no palco do auditório e foi doada pelo proprietário Antônio Aquino Nolêto, para ser parte do acervo histórico do TCE. O termo de doação foi assinado durante a solenidade, que teve ainda apresentações do Coral de Contas, formado por servidores do Tribunal de Contas. Um momento que emocionou o público presente.

O conselheiro Severiano lembrou os primeiros conselheiros do TCE: Dr. Gonçalves, João de Deus e José Ribamar para falar da importância da participação de todos na história da instituição. “Respeitar a história é reconhecer tantas pessoas que testemunharam um sonho nascer, e mais do que isso: viram brotar uma semente e protagonizaram a criação de um Estado, uma Capital e de uma instituição concebida para trabalhar pela sociedade”, disse em discurso.

O evento marcou ainda o lançamento de um documentário histórico sobre o TCE e da revista histórica da instituição. As publicações mostram depoimentos de personagens importantes na consolidação do Tribunal de Contas.

A conselheira presidente do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TC/DF), Marli Vinhadele e a conselheira do TC/DF Anilceia Machado acompanharam a solenidade comemorativa.

Homenagens

Em reconhecimento às personalidades que prestaram relevantes serviços ao TCE/TO e ao Estado Tocantins, foram entregues placas de homenagens para: o governador José Wilson Siqueira Campos, representado no evento por seu filho Alexandre Uchôa Siqueira Campos; o primeiro presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, Raimundo Nonato Pires dos Santos (Raimundo Boi); o ministro emérito do Tribunal de Contas da União e presidente da instituição no biênio 2009/2010, Ubiratan Diniz de Aguiar; o ex-presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e conselheiro do TCE do Rio Grande do Sul, Victor José Faccioni e o auditor do TCE/TO Orlando Alves da Silva.

O ministro Ubiratan falou sobre a emoção em ser agraciado. “Esta homenagem vem me devolver as esperanças, recarregar as baterias para que os sonhos continuem”, comentou.

Já, o conselheiro Faccioni lembrou sua atuação na época da criação do Tocantins, pois ele integrou a Comissão de Sistematização da Assembleia Nacional Constituinte de 1988. “Acompanhei a criação do Tocantins, vim para o Estado do Tocantins diversas vezes no período em que presidi a Atricon, pude acompanhar toda a modernização que foi implantada no Tribunal de Contas do Tocantins e vejo com muita satisfação e alegria que este desdobramento se deu de forma muito ordenada e hoje a instituição alcança um renome, ressonância e expressão modelar em todo em Brasil”, destacou.

Emoção dos servidores

Os servidores falaram com emoção do evento. O técnico de Controle Externo Devaldino Ferreira da Silva comentou que além de relembrar a história ele pode interagir com os colegas em meio às memórias. “Uma oportunidade como essa é sempre interessante, é reviver a memória, voltar ao passado, resgatar os valores. É uma oportunidade de interatividade importante entre os servidores e isso é fundamental para construir uma excelente instituição principalmente, porque resgatar a historia do tribunal é também resgatar a historia do nosso estado, da cidade de palmas”, disse.

Já o analista de Controle Externo Higo Mendes argumentou que foi uma oportunidade de conhecer os personagens importantes na instituição em que ele trabalha. “Um evento como esse nos permite conhecer os personagens que construíram o que é o tribunal e também do nosso estado. Vendo essa história de perto digo que é um privilégio fazer parte de uma instituição que fortalece o sistema democrático”, assegurou.