Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Programa do TCE muda realidade de escolas de Palmas

Programa do TCE muda realidade de escolas de Palmas

58 Visualizações
Publicado: 5 de dezembro de 2012 - Última Alteração: 5 de dezembro de 2012

Tamanho da Fonte

Programa TCE com Você na Escola é um programa de avaliação de políticas públicas na área educacional do (TCE/TO).

Infiltrações, janelas e portas quebradas, fiações expostas, problemas com torneiras, chuveiros e vasos sanitários quebrados; cozinhas com botijões de gás acondicionados de modo irregular, e ausência de equipamentos de segurança, como extintor de incêndio. São algumas das impropriedades encontradas em nove escolas de Palmas, por meio do Programa TCE com Você na Escola – programa de avaliação de políticas públicas na área educacional do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE/TO).

Os dados foram apresentados pela coordenadora de Auditorias Especiais, Lígia Braga, em entrevista coletiva realizada na manhã desta quarta-feira, 5, na sala 17 do Instituto de Contas do TCE, que mostrou ainda que diversas destas impropriedades já foram sanadas, uma vez que o programa prevê a solução rápida dos problemas, por meio do envio de relatórios ao gestor apontando algumas impropriedades que necessitavam de ações imediatas.

No total, foram visitadas 27 escolas do 6º ao 9º ano, sendo que nove continham impropriedades que necessitavam de ações imediatas, as quais foram informadas ao gestor, por meio de relatórios. Após a manifestação do gestor e o monitoramento realizado pelo TCE foi constatado que 56% das propostas encaminhadas foram implementadas, 21% estão em fase de implementação e 22% ainda não foram implementadas.

Na coletiva, Lígia Braga também apresentou alguns resultados obtidos com as opiniões de 716 alunos, 285 professores e 388 pais sobre diversos aspectos das instituições de ensino visitadas. Foram analisados os seguintes aspectos: instalações físicas; equipamentos; transporte escolar; segurança; limpeza; corpo docente e discente; opinião dos pais, professores e alunos sobre a escola.

Resultados

A pesquisa mostra que pais, alunos e professores estão satisfeitos com a segurança na ambiente escolar, e os alunos, por sua vez, não tem o conhecimento sobre a importância da merenda. Ademais, foi exposto também que algumas escolas que possuem uma estrutura física de excelente qualidade.

“Conseguimos cumprir os objetivos do trabalho, que era trazer melhorias para estas escolas, com o apoio do gestor e de toda a comunidade escolar”, destacou Lígia.

Tratamento dos dados

Lígia explicou que foi utilizado o Sistema Estatístico de Dados cedido pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Rio de Janeiro (TCM/RJ), por meio do qual foram tratados os dados dos questionários respondidos pela comunidade escolar.

Escolas visitadas pelo TCE

Foram avaliadas pelo TCE, as escolas municipais Aprígio Thomas de Matos, Anne Frank, Antônio Carlos Jobim, Antonio Gonçalves de Carvalho Filho, Aurélio Buarque de Holanda
Beatriz Rodrigues da Silva, Caroline Campelo, Crispim Pereira de Alencar, Daniel Batista, Darcy Ribeiro, Eurídice Melo, Henrique Talone Pinheiro, João Beltrão, Jorge Amado, Luiz Gonzaga, Luiz Nunes de Oliveira, Marcos Freire, Maria Júlia Amorim Soares Rodrigues, Maria Rosa de Castro Sales, Mestre Pacífico Siqueira Campos, Monsenhor Pedro Pereira Piagem, Padre Josimo Morais Tavares, Olga Benário, Profª Sueli Pereira Reche, Sávia Fernandes Jácome, Thiago Barbosa e Vinícius de Moraes.

Destas apresentaram impropriedades que geraram relatórios preliminares: Anne Frank, Aurélio Buarque de Holanda, Beatriz Rodrigues da Silva, Darcy Ribeiro, Luiz Nunes de Oliveira, Mestre Pacífico Siqueira Campos, Monsenhor Pedro Pereira Piagem, Padre Josimo Morais Tavares e Profª Sueli Pereira Reche.

Clique e confira a apresentação feita na coletiva.

Veja abaixo o antes e o depois das escolas visitadas.