Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Conselheiros elegem nova diretoria do Tribunal de Contas

Conselheiros elegem nova diretoria do Tribunal de Contas

74 Visualizações
Publicado: 20 de dezembro de 2012 - Última Alteração: 20 de dezembro de 2012

Tamanho da Fonte

Foram eleitos, para o biênio 2013/2014, os conselheiros José Wagner Praxedes, para presidente, Leide Maria Dias Mota Amaral, para vice-presidente e Herbert Carvalho de Almeida, para corregedor.

O conselheiro José Wagner Praxedes foi eleito presidente do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE/TO) para o biênio 2013/2014. A eleição foi durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira, 19, conforme previsto no Regimento Interno do TCE.

Também foram eleitos para mandato neste período: a conselheira Leide Maria Dias Mota Amaral, para vice-presidente da Corte de Contas, e o conselheiro Herbert Carvalho de Almeida, para corregedor.

Eleição

Feita por cédulas, a eleição seguiu a ordem de antiguidade. O primeiro a votar foi o conselheiro José Wagner Praxedes, seguido dos conselheiros Herbert Carvalho de Almeida, Napoleão de Souza Luz Sobrinho, Manoel Pires dos Santos, Doris de Miranda Coutinho, Severiano Costandrade e Leide Maria Dias Mota Amaral.

A apuração dos votos foi feita por comissão, determinada no Ato 252/2012, e composta pelos os auditores José Ribeiro da Conceição e Orlando Alves da Silva.

Perfil do Presidente

O conselheiro José Wagner Praxedes, natural do município de Nazaré, Tocantins, é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Católica de Goiás. Pós-graduado em Língua Portuguesa, Contabilidade Pública e Administração Financeira. Antes de ingressar no Tribunal de Contas, foi funcionário da Nuclebrás, em Goiânia, e secretário municipal de Administração de Araguatins, região norte do Estado. Em fevereiro de 1989, foi nomeado como Auditor do Tribunal de Contas, sendo um dos primeiros servidores do TCE. No ano seguinte, assumiu a Secretaria de Governo do município de Palmas, retornando ao TCE em março de 1991. Com a aposentadoria compulsória do conselheiro José Ribamar Meneses, assumiu a vaga de conselheiro, a partir da lista tríplice indicada pela Auditoria. A posse ocorreu em 23 de janeiro de 1995 e, três dias mais tarde, já era alçado à condição de presidente do TCE/TO, cargo que desempenhou por dois mandatos seguidos, nos biênios 95/96 e 97/98.

Perfil da vice-presidente

A conselheira Leide Maria Dias Mota Amaral é natural de Araguaína, Tocantins. Graduou-se Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). Pós-graduou-se em Processo Civil e Direito Civil pela Universidade Tiradentes. Exerceu a advocacia. Ingressou por concurso público no cargo de assistente-técnico jurídico, do Estado do Tocantins, atuando junto à Defensoria Pública do Estado do Tocantins em Araguaína-TO. Desempenhou o cargo de presidente do Sindicato da Confecção do Estado do Tocantins (Sicon-TO) por 14 anos. Nos anos de 2001 e 2005, exerceu interinamente a Presidência da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Sistema FIETO). Foi eleita Conselheira da Confederação Nacional da Indústria (CNI), da Agência de Fomento Tocantins, do SENAI e do SESI. Ocupava o cargo de subsecretária de Indústria e Comércio do Tocantins até ser empossada conselheira do TCE/TO, em 18 de maio de 2011.

Perfil do corregedor

O conselheiro Herbert Carvalho de Almeida, natural de Monte Carmelo, Minas Gerais, é formado em Direito pela Universidade Federal de Goiás. Foi oficial de gabinete da Secretaria do Interior e Justiça de Goiás e chefe de gabinete da Casego/GO. No Tocantins, foi advogado do Gabinete da Governadoria nos primeiros meses de implantação do Estado. Em 1° de junho de 1989, entrou para os quadros do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas como procurador nomeado em comissão, cargo para o qual prestou concurso público no ano seguinte, tendo sido aprovado em primeiro lugar. No final de 1991, foi eleito para compor a lista tríplice encaminhada ao então governador, sendo o escolhido para ocupar o cargo de procurador-geral no biênio 92/93. Foi reconduzido ao cargo no mandato seguinte, no qual permaneceu até ser nomeado como conselheiro do TCE/TO, cuja posse ocorreu no dia 3 de julho de 1995. Presidiu o Tribunal de Contas nos biênios 99/2000 e 2001/2002. Foi eleito vice-presidente do TCE/TO para o biênio 2011/2012, em sessão solene realizada em 15 de dezembro de 2010, cargo que assumiu oficialmente em 4 de fevereiro de 2011.

 Sessao