Acessibilidade

Tamanho da Fonte

Alto contraste
Ir para o conteúdo 1 Ir para o menu 2 Ir para o rodapé 3
TCE/TO > Sala de imprensa > Notícias > Campanha Natal Solidário irá ajudar seis instituições em 2012

Campanha Natal Solidário irá ajudar seis instituições em 2012

59 Visualizações
Publicado: 18 de dezembro de 2012 - Última Alteração: 18 de dezembro de 2012

Tamanho da Fonte

Campanha é realizada há quatro anos e tem o objetivo de despertar a solidariedade e a responsabilidade social dos servidores. A atividade tem apoio da Diretoria de Recursos Humanos e da Coordenadoria de Saúde.

Em mais uma edição da Campanha Natal Solidário, o Tribunal de Contas vai doar 150 kits de higiene, além de fraldas geriátricas e luvas descartáveis para instituições beneficentes do Estado. A atividade é uma iniciativa dos servidores do TCE, apoiados pela Diretoria de Recursos Humanos e Coordenadoria de Saúde.

A campanha é realizada há quatro anos e tem o objetivo de despertar a responsabilidade social dos servidores e chamar atenção para os valores de solidariedade que devem ser praticados sempre. Este ano, seis instituições receberão as doações, entre elas o Abrigo João XXIII, em Porto Nacional, o Lar Batista e a Semente do Vale em Palmas.

O Natal Solidário é uma ação que atende o Planejamento Estratégico e está dentro do Programa Qualidade de Vida, que visa valorizar e reconhecer o servidor com o desenvolvimento de atividades voltadas para o bem-estar físico, mental e social.

A diretora do Recursos Humanos, Adahylza Santana, destaca a importância da iniciativa. “A equipe e os servidores se sentem felizes e recompensados em estar ajudando quem precisa”, argumenta.

Um dos servidores que contribuíram com a campanha, o técnico de controle externo, Avelino Batista Neto, destaca que o gesto é uma maneira de ajudar o próximo. “É pura e simplesmente uma questão de solidariedade. É sempre bom ajudar ainda que seja com um pouquinho”, afirma.

Já a servidora da 3ª Diretoria de Controle Externo, Iracy Rodrigues Silva chama atenção para o benefício que o gestor de doar traz, não apenas, para quem recebe, mas, sobretudo, para quem doa. “Repartir e ofertar um pouquinho do que a gente tem faz muito bem para o coração”, comenta.